• Circuitos Sabores

Livros e filmes têm o poder de nos fazer viajar e até mesmo revolucionar nossas vidas.

Isso o que aconteceu comigo ao assistir a estes dois filmes que ilustram, não sem razão, meu blog. Sob o sol da Toscana, de 2004, e um Bom Ano de 2006. Ambos retratam mudanças radicais de vida, mudanças que levaram os personagens a ter novas existências baseadas em valores como ter tempo para escrever, amar, cozinhar, olhar a natureza e conseguir interagir com ela.


Sob o Sol da Toscana com a belíssima Daiane Lane


Nenhum deles é novo mas ainda vale a pena serem vistos ou revistos. Principalmente se você gosta de viajar em histórias com boa mesa, vizinhos que ajudam uns aos outros durante a colheita, pessoas buscando o melhor e mais fresco ingrediente para “aquele” prato, pequenas cidades bucólicas, bons tempos passados à mesa com um bom vinho e bons amigos como companhia.



Russel Crowell e Marillon Cotillard e o emblemático vinho Le Coin Perdu ( Um Bom Ano)


Uma parte da sedução vem, claro, das locações dos filmes : a cidade de Cortona na Toscana (Itália) e Gordes na Provence (sul da França). São lugares mágicos acolhendo histórias românticas de pessoas que, ao mudarem de país, encontraram uma nova forma de viver, um amor e, reconectaram-se com o verdadeiro prazer de viver.



Ambos os filmes contam com excelentes atores que garantem diálogos inteligentes, tiradas engraçadas e muitos momentos de emoção e magia. Além, claro, das paisagens de tirar o fôlego.


Já os revi inúmeras vezes e a cada vez a vontade é a mesma : pegar um avião e sair viajando. E a sensação também é a mesma minha alma fica feliz. Digo que são meus amuletos anti-depressão. Espero que ao assisti-los ou revê-los você sinta o mesmo prazer que eu. E que, quem sabe, você se inspire a correr atrás de uma grande aventura.

3 visualizações0 comentário